Gostaria de receber nossas Newsletters?

Nossas Newsletters são um canal onde levamos a você novidades e artigos sobre Easyway e cessação de tabagismo, focando sempre na melhor orientação e compreensão do problema, visando uma futura tomada de decisão consciente.  

Para asssiná-las, basta recebê-las em primeira mão, clique aqui. Leia abaixo as últimas newsletters publicadas.

Newsletter Nº 8 - 15 de Maio de 2014

Ajudando o mundo a parar de fumar

Tente imaginar uma sala com 65 fumantes. Agora imagine que eles estão imersos em algum estudo ou trabalho que os impossibilite de sair dali para fumar durante... uma semana!

 

Como seria essa experiência para você?

 

A foto acima representa a Conferência Anual Internacional de Allen Carr’s Easyway 2014 em Londres, da qual acabo de participar. Nela, nos enriquecemos com a troca de experiências e aperfeiçoamos cada vez mais nossas habilidades para ajudar nossos clientes a escapar do vício do fumo. Essas pessoas são uma pequena parte dos nossos terapeutas que atuam em cada um dos mais de 50 países em que estamos presentes.

 

Os aqui presentes (e muitos outros ausentes) ajudam mais de 50.000 fumantes a cada ano a parar de fumar com sucesso com nosso método. Foi empolgante representar o Brasil e contar a todos sobre os progressos que estamos fazendo por aqui.

 

Todos obviamente estavam curiosos e interessados em saber sobre a copa do mundo, e se o país iria parar para assisti-la. Dentro do bom humor que imperava, eu disse que esperava que os fumantes não parassem de se inscrever no programa durante a copa, mas que provavelmente se nós oferecêssemos seminários gratuitos durante os jogos do Brasil, provavelmente ninguém apareceria... :-)

 

Brincadeiras à parte, a razão pela qual estou escrevendo a você hoje, é que ali estavam naquela sala pessoas com algo em comum. Além de sermos todos dedicados (como o criador do nosso método, Allen Carr) a curar o mundo do fumo , ali estavam 65 felizes não fumantes. Gente que um dia (talvez como você) pensava que nunca poderia ficar livre e tocar a vida sem cigarros, e hoje não se cansa de comemorar ter escapado desse vício de forma tão simples.

 

Ao fim da conferência, houve uma festa de despedida com um clone do conjunto ABBA e todos dançaram e se divertiram muito. A razão pela qual estou contando isso a você é que por um momento eu parei e fiquei ali a contemplar a todos, dançando e cantando “Dancing Queen” felizes da vida (inclusive eu!), super animados, e é como se naquele momento tudo ficasse em câmera lenta, os sorrisos e a alegria do momento se congelassem no tempo e em minha memória. Um único pensamento passou pela minha cabeça:

 

“Queria que cada fumante desse planeta estivesse aqui para ver que coisa linda: Aqui estão 65 ex-fumantes se divertindo ao máximo, se sentindo plenos, completos, sem precisar sair para fumar, tomando seus cafezinhos, apreciando um bom vinho, um momento especial - e sem a mínima saudade do cigarro!” A melhor inspiração e motivação que oferecemos aos fumantes é a alegria de se libertar desse vício e viver muito, mas muito mais felizes sem o cigarro.

 

Quando você chegar lá, você será “Dancing Queen”, a rainha ou o rei a dançar emocionado , renovado, como se tivesse 17 anos novamente.

Nossa missão é essa mesmo, fazer de você, um dia, um(a) feliz não fumante.

 

Esperamos que você aprecie nossos e-mails, eles são criados com carinho para que você receba informação da melhor qualidade e possa também em breve atingir a sua meta.

 

Um grande abraço,

 

Lilian Brunstein

Terapeuta de Allen Carr’s Easyway – Equipe Brasil

Cortesia de freedigitalphotos.net

Newsletter Nº 7 - 13 de Abril de 2014

Nosso Muito Obrigado a você!

A Newsletter de hoje é dedicada a agradecer nossos clientes e como sempre, levar à reflexão. A gratidão é um dos sentimentos mais nobres e necessários do ser humano - se não o mais - e externar isso é importante para nós.

 

Hoje queremos agradecer a todos os que confiaram em nós, tanto os que vieram indicados por seus parentes e amigos quanto a aqueles que vieram sem nos conhecer, na esperança de podermos ajudá-los a resolver seu problema.

 

Quando um cliente vem de longe, ficamos imaginando a sua odisseia: Reservar passagem de ida e volta e o custo que ela representa. Despesas de transporte, alimentação e hospedagem. Ter de se locomover num lugar que não conhecem e o stress que isso significa, além da ansiedade natural com a qual se comparece a um seminário para parar de fumar.Mesmo assim eles vem à nós.

Não é incomum desembolsarem algumas vezes o valor do nosso programa com essas despesas extras, mas mesmo assim comparecem, pois conhecem nossa reputação e estão decididos a resolver o problema de uma vida inteira. É um grande orgulho para nós podermos ajudá-los, e sabemos do peso de nossa responsabilidade para com essas pessoas.

 

Muitas vezes as pessoas fazem a conta do custo para se “parar de fumar”, mas se esquecem de levantar os custos de se fumar por toda uma vida. Não só os custos financeiros, que são absurdos, mas que - por serem diluídos ao longo da vida - nos cegamos para eles; mas os custos sociais, de saúde, de convívio familiar, stress, auto estima, etc.

 

Esses clientes que vem de longe não medem esforços para concretizar seus sonhos de se libertar de seu vício, e seremos eternamente gratos a eles pela confiança em nós depositada.

 

Para tudo há um custo na vida, mas a reconquista da liberdade não tem preço. Muito obrigado a você, nosso cliente, o que vem de longe e também o que está próximo a nós. Vocês são a razão de nossa existência.

 

Abraços,

Alberto & Lilian

Terapeutas de Allen Carr's Easyway

Newsletter Nº 6 - 02 de Janeiro de 2014

A importância das promessas de Ano Novo

Quem não faz promessa de ano novo que atire a primeira pedra. O velho mote ainda impera: "Muito dinheiro no bolso, saúde pra dar e vender..."

 

Chega a virada do ano e queremos todos ter mais saúde, parar de fumar, emagrecer, progresso na carreira, começar uma atividade física, ter esperança de um novo relacionamento, um novo trabalho desafiador, se alimentar melhor, etc. Cada um de nós tem a sua lista pessoal do que gostaria de mudar ou melhorar.

 

Muitos tem esse desejo aguçado nessa época do ano em particular, pois é nesses momentos que fazemos uma retrospectiva de nossas realizações no ano que passou. Esperamos corrigir o rumo do que nos incomoda e ainda não resolvemos.

Nos incomoda por vermos o tempo passar e certos pontos de nossa vida ainda não estarem resolvidos. A decisão de não deixar que esse desejo seja só fogo de palha de ano novo, e sim que se transforme em atos reais é que faz toda a diferença. Tomar decisões e fazer acontecer ou esquecer.


É bom que passemos uma linha imaginária no tempo ao dividirmos ele em anos. Mesmo assim às vezes nos damos conta de como ele "voa". Encontramos a filha de um amigo e ela já está uma mocinha... "Nossa, como ela cresceu! Ontem mesmo era tão pequena!" - Assim nos surpreendemos com a passagem do tempo, que se cristaliza diante de nossos olhos sem nos pedir licença.

Assim descobrimos de repente uma ruga que não estava lá em nosso rosto. De ontem para hoje apareceu, como isso foi possível? Queremos não ver o tempo passar, mas ele passa e a todos nós pega de surpresa. A ruga é bonita. São os vincos desse tempo que te trouxe sabedoria, experiência, vivência. Ok, eu sei que você queria tudo isso e mais a juventude. Ela não nos é tirada sem razão. Saber viver é uma arte, não sei quem disse, mas é a pura verdade. É um verdadeiro estado de espírito. Aqui dentro, somos todos ainda aquela criança que gosta de brincar e ser feliz. 

Minha sogra querida (sou felizarda, tenho a melhor sogra do mundo!) diz "O pássaro azul tá dentro da gente". 
Que em 2014 você possa encontrar seu pássaro azul. E da sua lista de desejos para esse ano que se inicia, do que depender da gente, um deles você risca fácil fácil ;-)

Abraços, e o melhor 2014 que você possa fazer!
Lilian Brunstein
Terapeuta de Allen Carr's Easyway

 

Ele simplesmente respondeu que não havia problema algum, que ela poderia fumar na presença dele. Ela estranhou. Enquanto me contava isso, ela me disse ao telefone qual foi seu pensamento imediato: “Ah, agora eu vou fumar só por despeito pra ver como ele se sente mesmo.” Ela não estava entendendo como ele simplesmente não estava nem aí, mas constatou de fato a sua indiferença. Ficou ainda mais intrigada. Ao conversarem, ele disse que seu processo de parar de fumar foi tranquilo e ele não se sentia tentado a fumar ao ver outros fumando.

 

Quando ela nos ligou, logo no começo da conversa disse que gostava de fumar. O problema é o sofrimento, o trauma ao se parar, porque havia visto ontem no Jornal Nacional uma matéria sobre os males do fumo e confessou que apesar de gostar de fumar, se pudesse parar sem sofrimento, ficaria felicíssima. E eu emendei: “Sim, isso é possível” – e fui mais além: “Não só sem sofrer, mas sem sentir saudade do cigarro, exatamente como seu amigo no churrasco”.

 

Essa história tem tudo a ver com nossa vida de fumante. Sabemos o mal que isso nos causa, recebemos pressão de todos, da família, da sociedade, somos discriminados por todos os lados, na hora de passar por uma seleção de emprego, nervoso na hora de uma viagem. Em todos os lugares há restrições cada vez maiores, pois a sociedade, em sua grande maioria não fumante, entendeu que não quer mais tolerar o cigarro alheio.

 

O problema é que nós não vemos o cigarro como eles o veem. É nosso prazer, é nosso amigo, o apoio de todas as horas, nos bons e maus momentos, nos completa, é como um braço, uma perna, uma extensão de nós mesmos!

 

Em nossos seminários, chamamos isso de “cabo de guerra”. Todo fumante tem essa luta dentro de si. Parte dele quer parar, e parte quer continuar. De um lado nosso racional nos diz “isso tá me matando, me custando dinheiro, me escravizando, etc.”, do outro, o coração nos diz “é meu prazer, meu apoio, me ajuda a relaxar, a lidar com o stress da minha vida, etc.”

 

É essa luta que torna tudo uma tortura, e nossa especialidade é romper esse cabo de guerra, desfazer todas as ilusões que temos sobre o fumo, de modo que ao participar de nosso programa, não se queira mais colocar um cigarro na boca. É lindo de ver.

Queremos que você receba sempre a melhor informação, para que se um dia você decidir parar de fumar, possa decidir com segurança e se juntar aos milhões de ex-fumantes que não acreditavam que isso fosse possível, e como eu, acordam a cada manhã felizes com essa decisão.

 

Um grande abraço,

Lilian Brunstein

Terapeuta do método Allen Carr’s Easyway Para Parar de Fumar

Newsletter Nº 5 - 27 de Novembro de 2013

Quero parar... mas gosto de fumar!

 

Ontem recebemos um telefonema de uma ciente que estava curiosa sobre como seu amigo - que nos indicou a ela - parou de fumar conosco.  Ela havia encontrado seu amigo num churrasco, e como sempre fumavam junto, estranhou o fato dele não estar fumando. Quando ela o chamou pra fumar, ele disse que havia parado.

 

Então ela disse a ele: “Ah, então eu não vou fumar perto de você.” Muitos fumantes não querem que seus amigos que pararam sofram ao vê-los fumando e tem essa postura que ela teve, pra que ele não se sentisse tentado.​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​

Newsletter Nº 4 - 29 de Agosto de 2013

Não Pare de Fumar Nesse 29 de Agosto

Prezado(a) leitor(a),

Foi estipulado que todo dia 29 de agosto é o Dia Nacional de Combate ao Fumo. Como dizia Allen Carr, o criador do Método Easyway Para Parar de Fumar, "se há um dia do ano que os fumantes se recusam a parar, é esse dia".

Em primeiro lugar, porque essas campanhas nada acrescentam de novo aos fumantes em termos de lhes mostrar novas alternativas para ajudá-los efetivamente a parar de fumar, e em segundo lugar, porque só os massacram com informações que todo fumante já está cansado de saber: 
 

Por um lado, os malefícios sobre o fumo, e por outro, como seu corpo se recupera fácil em horas, dias e meses após parar de fumar, blá, blá, blá.

Saber isso tudo por acaso algum dia lhe ajudou a parar de fumar? O medo das doenças já lhe fez parar? É claro que não, no fundo tudo o que isso faz é angustiá-lo, porque se você tentou parar e não conseguiu, sente medo de tentar novamente. Afinal de contas, porque daria certo dessa vez? Por pura sorte? Se nunca tentou, também sente medo de falhar e ficar sem o cigarro.

Nosso método é um convite a olhar para um outro lado. Não "o que o cigarro me causa de mal" - isso você já sabe e não suporta mais ser tão patrulhado pela sociedade; e sim "o que o cigarro me dá de bom?". É ao se destruir esse outro lado, o lado das crenças de que o cigarro é um prazer, um apoio na sua vida, que lhe ajuda a relaxar, a lidar com o stress, etc; que pode-se remover o desejo de fumar completamente.

Como ninguém mais - e justamente por sermos aqui todos ex-fumantes que paramos com sucesso por esse método - nós respeitamos você e a sua inteligência.

Não pare de fumar nesse 29 de agosto pela pressão da sociedade nem de ninguém!
Só você que é fumante compreende o que isso significa na sua vida, a sociedade não fumante jamais vai compreender o que você sente. 

Nos próximos dias vamos lhe enviar alguns artigos desvendando muitos dos mitos em relação ao cigarro. Encare o dia de hoje como qualquer outro da sua vida. É só mais um dia. Todo dia é um excelente dia pra se parar de fumar da forma correta.

Seu feedback é sempre bem vindo, escreva-nos contando o que achou de nossas mensagens!

Abraços,
Equipe Easyway

Prezado(a) leitor(a),



Hoje é dia mundial sem tabaco. Allen Carr, o criador de nosso método, costumava dizer que esse é o dia exato do ano em que os fumantes se recusam a parar e se recusam a ouvir quem não tem compreensão de seu problema. Ele estava absolutamente certo. O tema “Parar de Fumar” já nem é tão manchete nos principais órgãos de imprensa, porque parece que tudo o que deveria ser falado já se falou. Tudo soa como “a mesma coisa de sempre, velhas notícias”, e a verdade é que o fumante já está cansado de ser patrulhado pela sociedade.

Como se a previsão de mais de 1 bilhão de mortes para esse século causadas pelo cigarro não merecesse mais tanto destaque. As companhias de tabaco agradecem o esquecimento.

Como realizamos campanha de links patrocinados no Google, temos acesso à informação que os fumantes buscam em suas pesquisas. Dos mais procurados como os termos “parar de fumar” e “como parar de fumar”, encontramos também buscas pitorescas como “kit fissura pra parar de fumar”, “chá de bituca pra parar de fumar”, “simpatia pra parar de fumar”, etc. 



Ao me deparar com esses termos, fico pensando o quão perdidos os fumantes estão, e o que seria o tal do “kit fissura” pra parar de fumar, mas acabei me esquecendo do assunto. Até que vi uma reportagem do Jornal Folha de São Paulo do dia 29/05/2013 sobre o tal do Kit Fissura.

Trata-se de um saquinho plástico contendo damasco, uvas passas, cascas de laranja seca, sementes de abóbora, cravo em pau e canela.

Sim, isso mesmo.



A primeira vista até parece receita de bolo. Penso que como recheio, esses ingredientes talvez dessem um bom panetone.



Bom, segundo a matéria, 200 dos tais “Kit Fissura” foram distribuídos numa campanha oficial na estação de metrô Barra Funda de São Paulo, se esgotaram em 3 horas, e o número de interessados ali (mais de 300) surpreendeu os organizadores do evento.



O que se diz pra o fumante que o recebe? “Bom, sempre que você quiser fumar, ao invés de fumar coma uma guloseima”.



Depois se perguntam por que o fumante desiste de tentar (e porque engorda ao parar de fumar pelo método errado...). A culpa não é dele, a sociedade é que é míope e oferece uma abordagem incorreta, e o pobre fumante jamais compreende como resolver seu problema e sofre com isso.



Não é nenhuma receita de bolo que vai fazer você parar de fumar. Não é o remédio, nem o adesivo de nicotina que te faz “fumar pela pele”, nem a agulha de uma acupuntura, nem balinha de menta, nem uva passa, nem cravo nem canela.



Parar de fumar requer pra início de conversa compreensão real do problema do tabagismo e a consciência de que foi você que começou com tudo colocando um cigarro na boca pela primeira vez, e é você que vai acabar com tudo tomando a decisão consciente de colocar o último cigarro da sua vida na boca. Sem precisar de muletas como uvas passa e outros – que não funcionam pra ninguém e nos ofende enquanto seres humanos inteligentes que somos.



Mas como fazer isso? Como ser bem sucedido?



Apavora, não é mesmo?



É aqui que entramos: Somos especialistas em remover esse medo. Em acabar com a sua luta de “quero fumar/quero parar” que todo fumante tem dentro de si. Não há motivo pra se apavorar, e lembre-se: é esse medo que te aprisiona e te faz fumar por toda a vida.



Nesse 31 de maio, Dia Mundial Sem Tabaco, convidamos nossos leitores a uma reflexão:



E se você pudesse eliminar esse medo de parar de fumar? E se você não sofresse?



Vamos supor que existisse um botão mágico que você pudesse apertar e acordar amanhã como se nunca tivesse fumado na sua vida, você apertaria esse botão? Você iria querer continuar a ser fumante?


Você quer ser um fumante o resto da sua vida?


Se a sua resposta for não, então nos alegramos por ter esse canal de comunicação aberto com você.  Muito obrigado pela sua atenção.



Atenciosamente,
Equipe Allen Carr's Easyway São Paulo

​​Newsletter Nº 3 - 31 de Maio de 2013

Receita de bolo pra parar de fumar

Sabemos que o fumante pesquisa longamente na internet o modo mais seguro e efetivo de parar, que não tem tempo a perder e quer ser bem sucedido. A transparência no fornecimento de informações é o melhor caminho para se obter o respeito do mercado, e fazemos isso há 30 anos.

Ao contatar provedores de outros métodos para parar de fumar, muitas vezes o cliente obtém respostas evasivas sobre as taxas de sucesso prometidas e alcançadas, o que o frustra, pois se sente perdido e com a impressão de que por trás de alguns há só uma disputa pelo seu dinheiro e oportunismo.


Aos que tem qualquer receio de vir até nós, além de divulgarmos ostensivamente nossas taxas de sucesso comprovadas, vamos adiante de forma revolucionária no mercado:


Oferecemos uma verdadeira Garantia de Devolução do Dinheiro. Nossa intenção é mostrar nossa idoneidade e confiança em nosso próprio método e assim mostrar ao cliente que ele só tem a ganhar vindo a nós.


Oferecemos a todos os que querem parar de fumar - mas tem receio - um Quiz gratuito. Através das respostas nele, analisamos os pontos fortes e os pontos a serem melhorados de cada um, que  são explicados de forma personalizada; assim podemos ajudar aos que querem parar a se conhecer melhor e poder superar os desafios que os impedem de progredir.


Ampliamos também o canal de comunicação com nosso público, onde o mesmo poderá assinar nossas newsletters e receber em primeira mão as notícias e novidades sobre Easyway e Cessação de Tabagismo.


Agora o cliente tem a opção de adquirir seu seminário on-line e pagar com cartão de crédito, e oferecemos desconto para casais e estudantes.
Organizamos uma página com a cobertura da mídia, e estamos constantemente convidando jornalistas do mundo todo para participar de nossos seminários e darem seu depoimento sobre como acharam fácil parar conosco.


Além disso tudo, criamos uma página que é grande fonte de orgulho para nós: A página de testemulhos de nossos clientes. Gente que saiu do anonimato e nos enviou seu depoimento movido pelo desejo de expressar como é bom ser livre, apenas com um intuito: Ajudar outras pessoas a perceber que eles também podem se libertar de uma maneira inteiramente nova e fácil, sem sofrimento e sem saudades do cigarro.


Agradecemos a todos os nossos clientes que nos prestigiaram nesse início desafiador, aos nossos parceiros comerciais, a todos que nos contataram esperançosos de resolver enfim seu problema de tabagismo, e a você, que chegou até aqui e lê essas linhas: é por você que existimos e é para você que trabalhamos incansavelmente. Seu sucesso é o nosso sucesso.
Muito obrigado a todos!



Alberto Steinberg

Diretor

Allen Carr's Easyway São Paulo

Newsletter nº 2 - Dezembro de 2012
30 Anos de Allen Carr's Easyway


Em 2013 Allen Carr’s Easyway completa 30 anos de atividade. Foi uma longa caminhada desde que Allen descobriu seu método e o boca a boca o transformou na forma mais bem sucedida de parar de fumar de todos os tempos.


É um grande orgulho para nós fazer parte desse time e dessa história. Em 2012 abrimos a primeira clínica Easyway em São Paulo, e não temos dúvida de que com o tempo elas se espalharão por todo o Brasil. 


Nesse primeiro ano de atividade, os desafios foram muitos: O início do trabalho, os primeiros clientes, tudo por fazer!


Temos muito a agradecer, e agradecer a muitos!


Agradecemos a confiança dos que vieram a nós esperançosos - muitos até mesmo descrentes, devido a tantas tentativas anteriores frustradas. Sentimo-nos honrados pela confiança depositada e extremamente realizados por eles alcançarem a liberdade tão cobiçada.


Para comemorar o aniversário do Método Easyway Para Parar de Fumar, oferecemos aos nossos clientes um novo site, mais interativo e com visual bonito. Alguns diferenciais se fizeram necessários, como por exemplo, divulgar no site a publicação de estudos científicos independentes realizados pela Universidade de Medicina da Áustria e publicados em renomada revista da área sobre a efetividade de nosso método, inclusive com amostras de urina colhidas dos participantes, 1 e  3 anos após a participação no seminário.



 

Newsletter Nº 1 - Setembro de 2012
Terapia de Reposição de Nicotina Funciona?
Encontrei recentemente um conhecido que eu não via há muitos anos. Após atualizarmos o papo, as trajetórias de vida, batalhas, percalços e tudo o mais, falei a ele que eu agora representava junto com meu marido a maior empresa em cessação de tabagismo no mundo e estávamos dando seminários para parar de fumar aqui em São Paulo.



Um grande desafio, sem dúvida, posto que os fumantes querem muito parar de fumar, mas a maioria sempre deixa pra amanhã...



Mas também uma grande realização para nós, pois assim que deixam de lado seus medos e comparecem, percebem que não havia o que temer e se transformam em felizes não fumantes.



Bom, antes que você interrompa essa leitura achando que estou fugindo do tema dessa Newsletter e querendo nos promover (ok confesso, só um pouquinho...), relato aqui algo interessante que ocorreu a ele.



Esse meu conhecido tem cinquenta anos e sempre fumou muito. Como a maioria de nós, sempre recebeu reprimendas da família e da sociedade dizendo coisas do tipo “pare de fumar, você não vê que isso tá te matando?” sem que isso fizesse o mínimo efeito, assim como nunca fez para a grande maioria de nós. Mas fatalmente quando a idade começa a pesar, assim também as preocupações com a saúde e a tortura de se enxergar escravo de um vício do qual não se consegue sair. Então esse meu conhecido procurou um médico. Que por sua vez foi muito direto com ele: “Eu vou te receitar adesivos de nicotina. As chances de você parar de fumar são de 7%, e as chances de você voltar são 95%”.

 Meu conhecido então disse ao seu médico: “Puxa doutor, o senhor está mesmo me animando!”

Pra resumir a história: Mesmo com essa “perspectiva maravilhosa” no horizonte, e sem outra nova alternativa animadora, meu conhecido resolveu tentar usar os adesivos de nicotina e acabou se intoxicando mais, pois além de tê-los na pele, ainda continuou a fumar os cigarros. O resultado foi uma grande decepção.

O criador de nosso método para parar de fumar, Allen Carr, fez em 1983 uma declaração ao mundo muito ousada para a época: A de que adesivos de nicotina não funcionam e nunca poderiam funcionar. Por ter compreendido profundamente o problema do tabagismo, ele foi o primeiro que visualizou a ineficácia da aplicação de nicotina como cura para se tratar o vício do fumo e a denunciou ao mundo todo. Ele dizia: “Como pode o vício numa droga ser curado se administrando essa mesma droga ao corpo? É um contrasenso!”



Agora o Center For Global Tobacco – Harvard School of Public Health e a University of Massachussets Boston publicaram um estudo patrocinado pelo Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos onde questionam a eficácia dos tratamentos de TRN (terapia de reposição de nicotina), principalmente afirmando que ela não reduz as taxas de recaída, e que pessoas que tentam parar de fumar falham de forma equivalente usando ou não terapia de reposição de nicotina em suas tentativas, além dessa falta de eficácia ser a mesma em fumantes pesados ou leves. A conclusão é forte e certeira: As políticas públicas de cessação de fumo com base em terapia de reposição de nicotina devem ser revistas, pois o dinheiro público só deve ser gasto com políticas comprovadamente eficazes, o que não é o caso da TRN.


Quanto dinheiro público e privado desperdiçado! 
Se Allen estivesse vivo, teria dito “bem vindo ao clube...”
Que bom que a medicina está começando a questionar o que um dia foi considerado seu “aliado” no combate ao tabagismo. Consideramos isso saudável e um passo a mais em reconhecer o que Allen já sabia em 1983.


Caso você queira ler o press release original em inglês, o site é http://www.hsph.harvard.edu/news/press-releases/2011-releases/nicotine-replacement-therapies.html


O estudo completo pode ser adquirido no site abaixo (o download não é gratuito, favor checar a taxa diretamente na página da instituição):
http://tobaccocontrol.bmj.com/content/early/2012/01/10/tobaccocontrol-2011-050129


O estudo é entitulado “A prospective cohort study challenging the effectiveness of population-based medical intervention for smoking cessation” , e seus autores Hillel R Alpert, Gregory N Connolly, Lois Biener - Tob Control tobaccocontrol-2011-050129 Published Online First: 10 January 2012doi:10.1136/tobaccocontrol-2011-050129


Concluimos nossa 1ª Newsletter satisfeitos por podermos trazer uma novidade do mundo científico a nossos leitores, esclarecendo algo que para nós nunca foi uma controvérsia e sim uma certeza: A completa ineficácia da terapia de reposição de nicotina.
Com esse esclarecimento, esperamos nos aproximar de nossos leitores e estreitarmos o relacionamento com vocês. Obrigada e até a próxima!

 

Lilian Brunstein
Diretora
Allen Carr's Easyway São Paulo

Allen Carr's Easyway International Limited é uma empresa Britânica com sede em Londres.

É a maior organização de cessação de tabagismo do mundo, com sede em mais de 50 países.

Visite o site da Easyway em Londres:

Fale conosco (Easyway Brasil):   contato@easywaysp.com.br

Gostaria de se Inscrever no Canal do Youtube da Easyway Brasil e ser notificado quando lançarmos nossos vídeos? Assine aqui

  • Facebook

5.254 pessoas curtiram a Easyway

Visite a Fanpage da Easyway no Brasil no Facebook

Copyright 2020 Todos os direitos reservados. 

 

Todo o conteúdo disponibilizado neste website é protegido por direitos autorais. Você poderá acessá-lo de forma pessoal para seu uso exclusivo, porém é terminantemente proibida a reprodução e/ou divulgação total ou parcial deste conteúdo e marcas registradas por qualquer meio, seja físico ou virtual, e para qualquer fim, sem a devida autorização prévia por escrito do detentor dos direitos autorais.